Imagem capa - Newborn Humanizado - Já ouviu falar? por PRISCILLA FELIX FOTOGRAFIA
maternidadegestantedicas e curiosidadessegurança newbornfotografia recém-nascidofotografia de bebênewborn

Newborn Humanizado - Já ouviu falar?


Nos últimos tempos, temos ouvido falar demais na palavra humanizado... tratamento humanizado, parto humanizado, assistência humanizada, mas o que de fato isso que dizer na vida prática?



Lembro da época de graduanda de Enfermagem lá em 1995 em que já se ouvia o termo, oferecer um atendimento humanizado. Me formei em 1998 e o tempo em que estive atuando dentro de instituições hospitalares, a tal humanização ficava só nos cadernos e ideais. Anos se passaram e agora vejo que esse movimento está ganhando cada vez mais importância e sendo colocado em prática em diversas áreas e não está restrita a área de saúde. Isso é ótimo!

Desde que comecei a atuar como fotógrafa de recém-nascidos em 2014, tinha um objetivo claro: fazer lindas fotos para aquela família que me procurava mas pautando minha conduta no respeito ao bebê, acolhendo as recém-mamães sem julgamento ou fazendo imposições. Tenho orgulho em dizer que sempre fiz o que o bebê permitia, mais do que poses técnicas, o objetivo era captar a unicidade daquele bebezinho e criar uma experiência agradável para a família.

Agora, o termo humanização chegou à fotografia  #newbornhumanizado e estou mais que feliz de ver que os valores que acredito estão ganhando importância por outros fotógrafos também. Logo, temos a oportunidade de melhorar o mercado da fotografia newborn e quem ganha com isso são os bebês!

Mas quais as premissas de um ensaio newborn "humanizado"?

Humanização é ação de humanizar, tornar mais humano e benévolo. Na fotografia newborn isso pode ser feito através do acolhimento gentil da família durante o ensaio. Receber o bebê daquela mãe com todo respeito às crenças, as dificuldades que eles apresentam nessa fase de adaptação e, acima de tudo, tornar memorável a experiência que virá junto com as fotos, que na verdade, são consequência do trabalho.

Ao respeitar a família sobre o que eles decidiram sobre dar chupeta, mamadeira, fralda de pano e etc é um ato humanizado. Não impor o uso da chupeta para facilitar o ensaio é outra maneira de ser humano. Estudar minimamente sobre a fisiologia do bebê para entender como posicionar da maneira mais confortável e segura é também tornar o ensaio benévolo. Respeitar as pausas para a amamentação sem apressar a dupla (mamãe e bebê), higienizar absolutamente tudo que entrará em contato com o recém-nascido e permitir que as mamãe e papais fiquem junto durante a sessão é humanização!

Mamães e papais, a sessão newborn é sobre vocês e para vocês!

Foto: Priscilla Felix

Texto por Priscilla Felix